Aprenda a fazer o seu próprio terrário

12/07/2018 Decoração

Você ainda não sabe o que é um terrário? Pode ficar tranquilo, nesse post você vai saber tudo que precisa sobre os terrários. Além disso, você vai aprender como é fácil e prático fazer o seu.

 

      Todos acham que os terrários são a mesma coisa que vasos de planta básicos, mas não, os terrários são recipientes de vidro projetado para o cultivo de plantas em condições climáticas controladas. De um tempo para cá os terrários foram caindo no gosto das pessoas e em 2018 essa tendência veio com tudo. O seu cultivo em ambientes fechados permite a simulação dos mais variados ecossistemas naturais, desde o mais seco, até o mais úmido. Dessa maneira, não é preciso ter um enorme jardim em casa para cultivar um pouco da natureza. Com os terrários você consegue ter um pouco da natureza até mesmo dentro de apartamentos e locais pequenos, e o mais interessante, os terráios não necessitam de cuidados constantes, nem da luz solar. Então venha conhecer nosso passo a passo de como montar o seu terrário para que a sua casa fique ainda mais charmosa e com um pedacinho da natureza.  

MATERIAIS NECESSÁRIOS:

Terrário itens

-Um vidro: Os recipientes podem ser variados, dentre eles aquários, vasos de flores, chaleira, sopeira, luminária, taças garrafas, frascos de laboratório, entre outros.

-Sementes de plantas da sua preferência: escolha plantas semelhantes (para que possam crescer juntas) e, resistentes (para que sobrevivam). As plantas podem ser as mais variadas, como samambaia, musgos, suculentas, cactos, entre outros.

-Terra: Opte por um solo leve e de boa drenagem, de preferência com musgo.

– Cascalho e pedrinhas: São elementos que favorecem a drenagem e, quando posicionados na superfície, ajudam na composição visual.

-Carvão ativado: Se o recipiente não tiver orifício para drenagem, é obrigatório adicionar pedaços de carvão ativado.

-Musgo: Colocar uma camada de musgo no fundo de um terrário é uma boa ideia, já que ele age como uma esponja que absorve o excesso de umidade.

– Instrumentos para plantar: Luvas e um regador.

-Enfeites: Você pode colocar pequenos anões de jardim, conchas, pedras, pequenos bonecos ou decoração de aquário.

PASSO A PASSO:

Terrário.-Lave o recipiente de vidro. Se for reutilizado, lave com água e sabão. Enxague bem.

-Coloque a drenagem.

-Misture o cascalho, as pedrinhas e um punhado grande de carvão ativado. Espalhe pelo fundo do recipiente, deixando uma camada de cerca de 2,5 centímetros de altura.

-Coloque o musgo. Isto evitará que a terra grude embaixo do cascalho, além de absorver o excesso de umidade.

-Coloque a terra. Dependendo do tamanho do seu terrário e do comprimento das raízes das plantas, você irá precisar de uma camada de terra com cerca de 5 a 8 centímetros. Aperte levemente a terra para eliminar o ar.

-Faça os orifícios na terra onde suas plantas serão posicionadas.

-Comece a plantar.

-Retire a planta do vaso anterior, sacuda as raízes para tirar o excesso de terra e, com cuidado, coloque-a no buraco previamente preparado.

-Aplane a terra em volta da planta. Repita o processo com as outras plantas. Adicione enfeites. Para isso, você pode usar musgo, pedras, conchas e bonecos, criando uma composição exclusiva.

-Regue um pouco as plantas.

-Regue o terrário levemente, uma pequena quantidade de água já é suficiente.

ALGUNS CUIDADOS:

-Terrários totalmente fechados não precisam de água. Já os abertos podem ser regados uma ou duas vezes por semana.

-Suculentas e cactos podem receber água uma vez por mês.

-Mantenha a saúde de suas plantas. Se perceber o surgimento de alguma erva daninha, retire-a.

-Se notar mofo ou plantas doentes, retire-os imediatamente do terrário. As partes murchas das plantas também devem ser retiradas.

-Ventile o terrário. Caso tenha escolhido um terrário fechado, é preciso ventilá-lo de vez em quando. Ainda que não seja obrigatório, a ventilação é indicada quando as plantas ficam secas ou se você perceber gotas de condensação na parede.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *